quinta-feira, 30 de abril de 2009

Homenagem em Abril

Estive presente, todos os anos procuro estar presente mas reconheço que em alguns anos faltei, por esta ou por aquela razão que agora não vem para aqui ao caso.
Aqui junto há casa dos horrores, das torturas, de todas as humilhações, "velhos" Anti-Fascistas com seu olhar humedecido marcam presença, recordando tempos que felizmente hoje pertencem ao passado.
Observo-os, com respeito, com gratidão, com amizade, e junto com umas dezenas de outros homens e mulheres como eu, aqui prestamos esta singela homenagem, a todos os Anti-Fascistas que ás mãos da policia politica do estado (P.I.D.E./D.G.S.) sofreram, mas nunca vacilaram, com a certeza de que um dia teriamos um país LIVRE.
E todos juntos depositámos uma coroa de flores pelos que já partiram.
E todos juntos gritámos numa só voz:
25 de Abril SEMPRE, fascismo NUNCA MAIS.


Antigas instalações da P.I.D.E./D.G.S. no Porto (actualmente Museu Militar Rua do Heroismo)

Homenagem aos Anti-Fascistas (ao fundo as antigas instalações da P.I.D.E./D.G.S.)

Homenagem aos Anti-Fascistas que estiveram presos nas cadeias da P.I.D.E./D.G.S.
(ao fundo segurando no pano, alguns dos que estiveram presos e ainda estão entre nós).




NÃO APAGUEM A MEMÓRIA, AS GERAÇÕES MAIS NOVAS PRECISAM SABER O QUE FOI A DITADURA EM PORTUGAL.

3 comentários:

ribas disse...

E ainda à gente que fala do Salazar...

Henrique Mário Soares disse...

Pois é Amigo, só é pena que alguns dos politicos pós 25 abril tenham escondido do povo as verdades do antigo regime, e assim temos muita gente que pouco ou nada sabe sobre o que foi o dito estado-novo ao ponto de elgerem essa figura sinistra como Português do século.
Um Povo culto é um Povo dificil de enganar...

amor de uma mae disse...

o povo culto é dificil enganar e muito menos de o calar