sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

P.N.P.G. (Parque Nacional da Peneda Gerês) - O Regresso.

A visita à tanto tempo adiada. Um regresso sempre sentido, emocionado, vivido como se fosse o primeiro da minha infância.
Sim infância. Eu conheço este local desde os meus 7 anos de idade.
Cada regresso, cada passo dado, cada caminhada, é também um regresso (sem ser saudosista...) aos tempos fabulosos de infância que aqui passei com meus pais, irmãos e restantes companheiros/campistas do A.F.C. (Académico Futebol Clube) junto á "Casa Abrigo do Académico".
Em cada regresso mais destruição, mais revolta e imensa tristeza, por ver um local tão maravilhoso entregue ao abandono e passível de todo o tipo de vandalismo.
Como diria Sérgio Godinho, "só neste país, só neste país".
VERGONHOSO o que se depara diante dos nossos olhos numa zona tão sensível do P.N.P.Gêres.
Fico-me por aqui, mas apetece-me imenso descambar e escrever umas verdades.
Voltarei, sabendo de antemão que a degradação a cada dia que passa será maior, mas voltarei pois parte das minhas vivências estão agarradas a este lugar de um beleza sem igual.
Oxalá um dia tudo possa ser restaurado, para ser utilizado para turismo de montanha.
Os que amam de verdade a Natureza e em particular o P.N.P.Gêres ficariam imensamente contentes se todas estas casas fossem recuperadas e pudessem ser utilizadas para férias na montanha.
Este nosso país esbanjam recursos.
A quem interessa todo este abandono e destruição?
Quem souber que responda, pois cá dentro de mim é só REVOLTA.
  


 



quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Cartoon - "Muro contra muro"

 
Desde a última vez que aqui publiquei algo, muita coisa mudou. Os tempos são de incerteza e as ameaças á Paz e estabilidade Mundial mais que muitas. Esta "casa" de nome TERRA é a única que temos, oxalá os que tem o poder de decidir sobre os destinos do Mundo se lembrem disso.
    
 




quinta-feira, 5 de novembro de 2015

SOAK - Oh Brother (Solo Session)



Full grown-up
Watching over me with your back bent out
So you missed the tide that put you under
Brother tell me
do you know where your going,
Cause i've been worrying if the feels are the same
Where is your warmth
Where is your heart
What is love if we've been torn apart
Oh brother can you stay with me
Where my feels are real
Pretend we are who we used to be
Before we forgot how to dream

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Esquerda, Direita, para que lado tombar.

Após os resultados eleitorais de 4 de Outubro passado, e com tantas jogadas de bastidores por parte dos "socialistas" julgo ser chegado o tempo de se decidirem para que lado querem tombar.
É que perante tanto impasse, "pelo meu relógio são horas de matar"

https://youtu.be/FFfQuaVXcUo

sexta-feira, 24 de julho de 2015

sexta-feira, 15 de maio de 2015

B. B. King - The Thrill Is Gone (Live at Montreux 1993)





Gosto de blues...

Descansa em paz...

Benfica - O GATO

Em Fevereiro apareceu-me vindo do nada e cativou-me.
Tratei-o, registei-o e ele adoptou-me
Quanto mais conheço as pessoas, mais gosto dos animais.
São assim os nossos Amigos, sabem retribuir com carinho todo o bem que lhes fazemos
O meu "Benfiquinha" é lindo.
 

O Regresso

Pois é, assim como quem não quer a coisa, volto de novo ao meu espaço.
Durante uns tempos não me apeteceu escrever nem publicar nada pois não tinha motivação para tal.
Hoje estava para aqui a pensar na vida e decidi voltar.
Seja bem vindo, quem vier por bem.
Abraços

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Montesinho

Um dia,
vou percorrer estes montes
num passo souplesse,
quase de dança.
Um dia
vou percorrer estes montes,
lá para as bandas de Bragança,
e tu, irás comigo.
Encantaremos Montesinho
acordaremos toda a bicharada
cantaremos a uma só voz
até altas horas da madrugada.
Faremos um baile de loucura
todos vão querer entrar
onde eu toco, sem saber tocar
e tu, encantas, a cantar.
E nessa insanidade melodiosa
quem não vai querer participar
oxalá um dia, eu consiga aprender a tocar
só para ter o prazer de te ouvir cantar.
Mas, e se para tal não tiver jeito
não me vou suicidar de uma janela
levo um gravador com um som perfeito
e, cantámos à capela.
Dançaremos bem juntinhos
para nenhum dos dois cair
e quem nos vir assim tão chegados
dirá, são dois num só a se fundir
Um dia vou percorrer estes montes
de carqueja, urze e azevinho
um dia vou percorrer este montes
contigo,
lá para as bandas de Montesinho.


Henrique Mário Soares


 

http://www.cm-braganca.pt/PageGen.aspx?WMCM_PaginaId=12206

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Objectiva LIX (59) - Rio abaixo, rio acima

 
 
barco rabelo no rio Douro (Porto)...