segunda-feira, 2 de março de 2009

Águia Imperial

O "Hocoka" surgiu por acaso, a principal mensagem que inicialmente pretendia passar é a de respeito pela Natureza. Os Indios da América do Norte acampavam sempre em circulo, eles tinham o máximo respeito pelo meio ambiente e por todos os animais. No meio do circulo havia um lugar chamado "Hocoka" o centro. Tudo quanto faz o poder do Universo faz-se num circulo. O céu é redondo, a terra é redonda, as aves fazem seus ninhos em circulo, o sol ergue-se e volta a descer num círculo, a lua faz o mesmo e ambos são redondos. Até as estações formam um grande círculo nas suas mudanças e acabam sempre por voltar aonde estavam. Está bem patente que o unico futuro decente para todos nós, reside na redescoberta do nosso meio ambiente.
Precisamos de estabelecer uma relação legítima com a terra e os seus recursos, de outro modo á destruição da Natureza seguir-se-á a nossa própria destruição.
Vem esta introdução a respeito da noticia dada hoje na televisão sobre uma ave "Águia Imperial" encontrada morta junto ao seu ninho na área do Vale do Guadiana. Trata-se de um macho do unico casal que nidificou em Portugal em 2008. Foi morto por chumbos de caçadeira numa região abrangida por uma zona de "caça associativa". Esta atitude de disparar sobre uma "Águia Imperial" só vem mostrar muita da falta de respeito que existe neste país pelo meio ambiente e por todos os animais que nele habitam.
Supostamente qualquer caçador minimamente habilitado a manejar uma arma deste tipo deve saber identificar uma "Águia Imperial" no ar. Até eu que sou leigo nesta matéria e nunca fui caçador consigo distinguir uma "Águia Imperial" de um "Pombo-Bravo" ou até de um "Estorninho". Quem fez isto, fez por pura malvadez e mostrou um profundo desrespeito pelo meio ambiente e pela fauna deste país já bastante ameaçado por crimes ambientais.
Desde cortes de espécies de árvores protegidas, incendios, despejos ilegais de produtos poluentes para rios e ribeiros que afectam milhares de peixes, tudo é possivel neste nosso Portugal. Os culpados nunca são identificados e quando o são as multas são tão insignificantes que quase se pode concluir de que, "o crime compensa".
A morte desta ave é uma enorme perda para todos nós amantes da Natureza, ela não aconteceu por puro acaso, a arma não se disparou sózinha, o caçador não era "mirolho", se assim fosse como é que lhe deram a licença de caçador?
Trata-se pois de um acto condenável, que está considerado como uma contra-ordenação ambiental muito grave e que deve ser alvo de uma investigação exaustiva para que se tente por todos os meios encontrar o culpado e assim ser sujeito a uma condenação exemplar, na expectativa de que actos destes nunca mais se repitam.
A Natureza e todos os que a respeitam agradecem...

4 comentários:

amor de uma mae disse...

O problema deste país está na educação
acredito que as novas gerações irão cuidar melhor do nosso planeta
sinto orgulho em ver a minha beatriz
ir passear ao campo e ter o cuidado em apanhar o lixo ali abandonado muitas vezes por esses ditos caçadores

mas só depende de nós dar o exemplo
força para continuar esta luta pela defesa da nossa natureza.

PITOSGA disse...

Gosto desta mensagem e mais triste fico porque costumo vê-la voar de 15 em 15 dias lá perto do meu farol, na 2ª circular.

Piloto Automatico disse...

"Esta atitude de disparar sobre uma "Águia Imperial" só vem mostrar muita da falta de respeito que existe neste país pelo meio ambiente e por todos os animais que nele habitam."
...e usas assim brandas palavras caro Patrício.
A minha revolta não é silenciosa, mas o respeito pelo teu blog não me permite usar linguagem mais colorida.
Abraço
F

valter disse...

Deixo aqui o apelo para quem conhecer ou encontrar esse matarruano assassino lhe corte os dedos para nunca mais pegar numa caçadeira esse fdp que reflete a mentalidade de mais de metade da cumunidade de caçadores em portugal