segunda-feira, 8 de setembro de 2008

(A) variações






















Se tu fosses chassis
Eu queria ser motor
Tu vaso
Eu flor
Tu prato
Eu mesa
Tu colher
Eu sobremesa
Tu pé
Eu sapato
Tu vestido
Eu fato
Tu água
Eu chuveiro
Tu navio
Eu marinheiro
Tu riso
Eu alegria
Tu noite
Eu dia
Tu pescoço
Eu cachecol
Tu cama
Eu lençol
Tu circunferência
Eu quadrado
Tu régua
Eu esquadro
Tu amor
Eu paixão
Tu convivio
Eu solidão
Tu cabelo
Eu chapéu
Tu Julieta
Eu Romeu


(Henrique Mário Soares)

2 comentários:

Lucinda Leite disse...

ola o teu blogg esta um espectaculo gosto muito de ler os teus poemas ,continua a escreve-los aqui no teu blogg.
Um beijo desta tua cunhada que te admira.

Hélder disse...

Realmente estavas inspirado, tens imenso jeito, continua assim camarada.

Saudações