sábado, 23 de maio de 2009

Um cravo no lugar da bala...


A Revolução de Abril de 1974 teve uma grande falha. Foi a de alguêm ter tido a ideia de colocar flores (cravos) no cano das G3s dos militares.
Esta falha em muito contribuiu para o país que temos actualmente...
Não se fazem Revoluções sem sangue...
(Para bom entendedor, meia palavra basta...)

3 comentários:

amor de uma mae disse...

por ai se ve
a mentalidade que fomos e que continuamos a ser

Jose Soares (cobrabtt) disse...

Concordo contigo plenamente. Na verdade foi uma falha grave na Revolução. Os militares que fizeram a Revolução, são um pouco culpados por terem posto flores nos canos da G3. A arma não se fez para ser vaso. Por terem feito da arma um vaso é que temos o País que temos, assim como também os Politicos e outros seres que abundam neste País. Se na Revolução tivessem saído algumas balas, bem direcionadas estes "politicoZinhos" "empresáriosinhos" e outros teriam mais medo. Somos o que somos e mais palavras não podemos dizer. Espero que num futuro muito mas muito próximo haja uma 2ª Revolução como a de Abril/74, mas que desta vez saiam balas dos canos das armas, mas que sejam direcionadas para os Corruptos e outros que tanto mal andam a fazer a este POVO.

Henrique Mário Soares disse...

Boa Zé , essa de ...a arma não se fez para ser um vaso...
foi na "muche".
Nós que fizemos a tropa entendemos a coisa e percebemos que algo ficou por fazer.
Um dia chegará a hora dos pseudo-poderosos prestarem contas ao POVO...