terça-feira, 16 de novembro de 2010

Solidão


Levantei-me de manhã
... meio desatinado
entornei café no sofá
estou sem vontade de ir a qualquer lado
fico em casa fechado
tudo é indiferente para mim
deste mundo estou isolado
esquisito, sinto-me bem assim
passo o dia enclausurado
feito animal de estimação
o mundo rolando, eu no tempo parado
a noite é a minha paixão
a noite chega silenciosa, devagar
eu preparo a minha evasão
quero-me sentir só, respirar ! respirar !
sentir à minha volta a escuridão
estou aqui na noite cerrada
olho o cêu, vejo as nuvens passar
estou aqui sem fazer nada
estou aqui por gostar de estar
na escuridão da noite, sinto-me bem
fico assim horas sem fim
a solidão é um refugio também
o silêncio toma conta de mim
Henrique Mário Soares

3 comentários:

clau disse...

Triste, mas lindo, sinto-me assim, trancada, enclausurada, nessa escuridão, mas me sinto bem assim e é assim que quero ficar, bjks amigo, saudades!!!

Piloto Automatico disse...

Bravo Henrique! Muito muito bom! Adoro!
Abraço
F

Henrique Mário Soares disse...

Obrigado AMIGOS pelas vossas palavras, fico contente por gostarem e um forte abraço do Norte.
Tudo de bom para vós