terça-feira, 18 de julho de 2017

A Fisga

Quem sabe, nunca esquece.
40 anos depois voltei a construir uma fisga e ficou igualzinha ás que fazia na minha meninice.
Agora é só afinar a pontaria e praticar tiro ao alvo.

Sem comentários: